Notícias Fecomercio

26 de julho de 2018

Comércio atacadista do Estado de São Paulo elimina 271 vagas de trabalho


Cenário de eliminação de postos de trabalho verificado em maio pode se repetir em junho; empresários atacadistas devem ter cautela na tomada de decisão sobre o quadro funcional

Após quatro meses de resultados positivos, o comércio atacadista no Estado de São Paulo eliminou, em maio, 271 vagas com carteira assinada, encerrando o mês com um estoque de 501.800 vínculos empregatícios ativos. Os dados são da Pesquisa de Emprego no Comércio Atacadista do Estado de São Paulo (PESP Atacado), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A expectativa da Entidade é que o cenário de eliminação de postos de trabalho se repita em junho, por isso, os empresários atacadistas devem ter cautela na tomada de decisão sobre o quadro funcional. A medida vale até para os segmentos com bom desempenho nos últimos meses – como os atacados de papel, resíduos, sucata e metais e produtos farmacêuticos e higiene pessoal. Fazer um bom planejamento nas projeções do faturamento e administração de estoques é outra medida que pode auxiliar os empreendedores neste momento.

A eliminação de empregos registrada em maio é reflexo da paralisação dos caminhoneiros e das eleições de 2018, que trouxeram um clima de incerteza para o cenário econômico, gerando altas nos indicadores de inflação e no dólar. Essas situações podem desacelerar o processo de retomada das vendas, fator determinante para que se invista em mão de obra.

A PESP Atacado aponta que cinco das dez atividades avaliadas registraram mais desligamentos do que admissões, com destaque para os comércios atacadistas de alimentos e bebidas (-327 vagas) e de materiais de construção, madeira e ferramentas (-200 vagas). Por outro lado, o maior saldo positivo no mês foi do grupo de produtos farmacêuticos e higiene pessoal (326 vagas). Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias